Pular para o conteúdo principal

OFICINA DE POESIAS III


Maria Eliza retrata a mulher desde a infância, pontuando a necessidade de, desde sempre, ela assumir a autonomia do ser. 

FEMINISMO EM ALTA

Ei, menina, vem aqui
E me diz
O que falam de ti?
O que querem de ti?
E por que você não sorri?

Ei, mulher, vem aqui
E me fala
Por que quando eles falam
Você se cala?

Ei, menina, vem cá
E deixa eu te falar,
Você não precisa parar de dançar
E muito menos de
De se expressar.

Ei, mulher, vem cá
E deixa eu te falar,
Você tem que mudar.

Nós fomos criadas para sermos o que quiser
Temos que ter o orgulho de ser

Uma mulher!

( Maria Eliza Costa de Carvalho Araujo - 8º ano B - CMT III - 2017)



Cantando sua Terra, Davison Kauan declara seu amor pelo Maranhão e destaca suas belezas. Faz um resgate de leituras de autores como Gonçalves Dias e não poupa em elogios que brotam do seu coração. 

MARANHÃO DO MEU CORAÇÃO

Maranhão é onde vivo, aqui no sertão, aqui é
Bonito, aqui é lindão.

Na palmeira canta o sabiá
A noite passa, laiá, laiá,
Amo meu Maranhão.

Esse é meu Maranhão,
Terra do meu coração
Onde vive muita gente
Com braço forte e pé no chão.

Paraíso tropical, cachoeiras,
Dunas e mar
Para os turistas aproveitarem.

Bumba-meu-boi, melhor São João
E muito festival,
Como o meu Maranhão
Não tem igual.
(Davison Kauan  silva da Conceição – 8º ano A – CMT III - 2017)  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

JOGOS TEATRAIS: CORPO E VOZ NOS PROCESSOS DE COGNIÇÃO.

Com a oficina Jogos Teatrais: corpo e voz nos processos de cognição  o Coletivo ARTBAC trouxe a Atriz  Bonequeira (DRT 5017) e Técnica de Espetáculo de Diversões (DRT 16542), Maria de Lourdes da Silva Brito, para resgatar a arte da dramaturgia em estágio de esquecimento em Bacabal.
Concebida em Bacabal, nascida em Granjas -CE, radicada em Curitiba, Lu Brito é licenciada em Ensino do Teatro, pela Faculdade de Artes do Paraná.

O Coletivo ARTBAC, fundado em novembro de 2018 por Francisco Luciano e Liduína Tavares com iniciativa e apoio técnico de Lu Brito, tem como objetivo fomentar a arte através de uma plataforma  política de formação, promoção e divulgação dos artistas bacabalenses, suas obras artísticas e culturais. Com uma programação para os dias 11, 12 e 13 de abril, o Coletivo deu a largada às atividades autônomas comemorativas ao aniversário de Bacabal.
O evento contou com solo performance de Lu Brito e Roda de Conversa sobre a atriz, a performance e o teatro em nossa cidade, n…

BRASIL EM TRANSE

É de lamentar, em pleno século XXI, se desejar o retorno do autoritarismo e de regimes onde a supressão de direitos civis e humanos, aconteçam por causa da“falha da democracia”. Ora, a democracia somos nós, se alguém ou algo está errado, somos nós, em algum momento.
Com isso, demos poderes, a seres que, com esse poder destruíram e deturparam os ideais democráticos, que se entregaram a corrupção e fizeram o país um tremendo pardieiro nacional. Nossos políticos e nossas elites, são uma desgraça que se apropriaram do Brasil, pelo voto, da necessidade do povo e assim, destroem o sentido de democracia, e em cima da carência e da ignorância da nossa gente fazem o que querem.
É difícil achar, os “bons”, no meio dos maus, se acha sempre um que é “ bom” mas é “doido”, um “doido” que se diz “bom”, dessa forma o povo fica refém de um desejo de revolta, e tem direito, mas será que a revolta não seria votando até acertar? Não votar, é dar aos bandidos da república carta branca para continuarem ro…
Quem conhece a DUDH e a DUDHE?
Hoje, dez de dezembro de 2018, data em que se comemoram os setenta anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, é importante lembrar que os governos, juntamente com os seus povos, se comprometeram em tomar medidas contínuas para garantir o reconhecimento e efetivo cumprimento dos direitos humanos, anunciados na Declaração. Tendo sido inspiração para a Constituição Federal de 1998, na medida em que apontava para o compromisso com os direitos humanos à vida, à liberdade, à segurança pessoal, à saúde, à educação, à moradia, à participação na vida cultural, dentre outros, os trinta artigos da DUDH foram reforçados. Para comemorar a data histórica a Organização das Nações Unidas – ONU, no Brasil, promoveu concurso público entre as escolas de Ensino Fundamental e Médio. Os estudantes deveriam responder à pergunta “Que mundo queremos nos 70 Anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos?”.A resposta poderia ser expressa em redação ou artes visuais. Alunos …